O Papel do Marketing Jurídico nos Escritórios de Advocacia: Oportunidades e Desafios

O Marketing Jurídico diz respeito a todo e quaisquer métodos e estratégias adotados por escritórios de advocacia interessados em construir uma base de clientes. Esses métodos incluem, por exemplo, a otimização para mecanismos de busca (SEO), o uso de ferramentas de análise de dados, campanhas e e-mail e a gestão das redes sociais.  

Partindo de uma definição mais técnica, o art. 2º do Provimento nº 205/2021, aprovado pelo  Conselho Federal da OAB (CFOAB), traz o conceito de Marketing Jurídico nos seguintes termos: “especialização do marketing destinada aos profissionais da área jurídica, consistente na utilização de estratégias planejadas para alcançar objetivos do exercício da advocacia”.

O investimento em estratégias de marketing torna-se fundamental para o crescimento do escritório na medida em que lhe permite promover sua expertise, seus valores e sua reputação, atraindo assim potenciais clientes que estejam em busca de assistência jurídica. 

Além disso, ressalta-se a importância de valer-se do alcance das redes sociais para divulgar aos usuários os seus direitos e deveres perante a sociedade. Através de publicações educativas e informativas, os escritórios podem fornecer orientações jurídicas relevantes, abordando questões legais cotidianas e divulgando informações sobre novas legislações e jurisprudência. 

Por fim, é importante destacar que as ações de marketing na advocacia devem observar as regulamentações dispostas no Estatuto da Advocacia (Lei nº 8.906/1994), o Código de Ética e Disciplina da OAB (Resolução nº 02/2015) e o Provimento nº 205/2021 do CFOAB. A conformidade com as normas é essencial para garantir a integridade, reputação e o profissionalismo dos serviços advocatícios prestados. 

Mais
Insights